Follow by Email

sábado, 19 de outubro de 2013

Resenha: A piramide vermelha-Rick Riordan

Minha opinião:
O ruim de fazer uma resenha de um livro que eu realmente gostei é que não consigo me expressar direito,não tem palavra ou expressão que chegue a tempo.Fico encarando a tela do computador pensando em palavras em sua altura que possa usar ,mas é complicado...

Arrisco a dizer(e sei que muita gente vai querer me matar) que é melhor que Percy Jackson,pelo menos foi o que eu achei...Amo mitologia egípcia
e adorei conhecer tudo sobre isso(o autor deve ter feito uma baita pesquisa...)

É um livro relativamente grande ate(445 páginas) mas não tem enrolacção no enredo,pelo contrário,o livro é recheado de aventura e mistérios.

Os personagens são fortes e destemidos( e olha que passaram por tanta coisa...),e como são irmãos, Carter e Sadie ,sempre a aquele humorzinho ácido entre eles o que me fazia rir a beça!

Não teve um personagem que eu não gostasse.Todos tinham suas peculariedades 
Definitivamente Rick Riordan é um dos meus autores favoritos, encabeçando a lista!
Recomendo a todos,uma leitura imperdível!

“­­–Meu bem,eu amo você.Sinto muito...Lamento por muitas coisas,mas não temos tempo agora.Se isso der certo,prometo que farei tudo ser muito melhor entre a gente.”

Sinopse: Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane.Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas. Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário